Encontre a sua peça sobresselente Blue Print no partsfinder

Travagem para Todas as Marcas!

Porquê Blue Print?

Gama completa de travagem para todas as marcas com mais de 3400 componentes de fricção, com aplicação em veículos asiáticos e europeus, que cobre mais de 98% de veículos ligeiros e LCVs populares nas estradas europeias, para discos e pastilhas de travão - lançados a partir do ano 2000

Todos os componentes são desenvolvidos e produzidos de acordo com especificações OE como uma solução de substituição direta com verificações rigorosas e sistemáticas que asseguram o fornecimento contínuo de produtos de qualidade

Pesquisa contínua e desenvolvimento constante da gama com utilização de catálogos de peças eletrónicos do fabricante assegurando elevados níveis de precisão e o acompanhamento constante do lançamento de novos veículos no mercado, reforçando a filosofia 'Fast to Market'.

Garantia de um elevado nível de conforto e desempenho, permitindo uma condução segura

A Certeza do Encaixe 'Right First Time.'

Vídeo Promocional de Travagem da Blue Print



A Garantia do Fabricante da Blue Print

A nossa Promessa de Qualidade - O seu Valor Acrescentado

Para enaltecer os nossos elevados padrões de qualidade de produto, oferecemos 3 anos de garantia do fabricante para todas as nossas peças.

Elevados Padrões de Qualidade

Qualidade desde o Início

Devido à importância dos componentes de fricção em termos de segurança, a qualidade é o fator principal. Como forma de garantir uma oferta contínua de componentes de elevada qualidade, cada fase de produção é submetida a análises por amostragem que controlam a conformidade e a precisão.

Isto garante que os padrões de qualidade são cumpridos - ou superados - e que todos os componentes são produzidos com as especificações corretas.

A MISTURA CERTA

Tudo começa com a pesquisa de produto - analisando a peça original e a produção e teste das amostras. Quando um novo produto é desenvolvido, a matéria-prima no processo de produção é fundamental para a correta aplicação e carga do veículo.

Para cada componente, os materiais são selecionados para um equilíbrio otimizado entre coeficiente de atrito, conforto e comportamento quanto ao desgaste. Isto também inclui os principais fatores que afetam as características de ruído, vibração e conforto.

TESTES E MAIS TESTES

Cada nova peça de travagem é submetida a testes dinamométricos de travagem, ruído e desempenho quanto ao desgaste. São realizados testes físicos e químicos de dureza, resistência ao corte e compressibilidade - cumprindo inúmeras normas ISO, SAE e JASO.

São realizadas verificações e testes adicionais à fadiga dos travões, condutividade térmica e comportamento quanto ao desgaste.

APROVAÇÃO NECESSÁRIA

Cada nova peça é inspecionada e testada por uma autoridade aprovada com reconhecimento e certificação. Estas entidades de teste independentes verificam se os novos produtos estão em conformidade com as normas descritas pelo regulamento ECE R90, em termos de resistência ao corte, pressão, sensibilidade à velocidade e compressibilidade.

Assim que aprovado, a entidade que testa, requisita um número de validação e um certificado ao órgão regulador.

 

O Sistema de Travagem

Existem três elementos básicos e dinâmicos de cada veículo: acelerar, mudar de direção e parar. A função de paragem, controlada pelo sistema de travagem, é um dos mais importantes sistemas relacionados com a segurança em qualquer veículo, e indispensável para a segurança e proteção ativa e passiva dos passageiros.

O Poder da Fricção

O poder da fricção é responsável pela transformação de energia cinética em energia térmica. A fricção refere-se à força resistente que é gerada quando dois objetos em movimento, fazem contacto um com o outro.

Quando o condutor pressiona o pedal do travão, a pressão é cerca de 30 vezes superior à do pé do condutor. Por outras palavras, a força do pé do condutor no pedal do travão - que é de aproximadamente 15 kg - é ampliada para cerca de 450 kg de força de travagem.

Requisitos de Desempenho para os Travões

Ao travar a 100 km/h, a fricção pode gerar calor suficiente para ferver dois litros de água em 3 segundos.

Ruído, Vibração e Conforto na Travagem

CONSEGUE OUVIR?

O ruído de travagem surge devido a uma vibração aguda que o condutor consegue ouvir.

Imagine passar o dedo na borda de um copo que contém água. É criada uma vibração causada pelo dedo, fazendo com que o vidro ressoe. Isto produz um som. Este é o mesmo princípio aplicado aos ruídos e vibrações gerados pelo atrito entre as pastilhas e os discos.

TODOS OS ASPETOS CONTAM

Existem inúmeros fatores que devem ser considerados para suprimir o ruído e as vibrações. Isto inclui a qualidade do material, a forma e a torção dos componentes, o ambiente da condução, a velocidade do veículo e a temperatura dos travões.

O ruído é geralmente causado pela vibração da pastilha contra o disco, onde não se verifica o contacto total; peças com falhas ou com defeito, como chapas ou pinos que perderam tensão e formam ondas sonoras. Estas ondas podem manifestar-se em fortes vibrações possíveis de se ouvir ou em fracas vibrações que se podem sentir.

MINIMIZAR O DESAGRADÁVEL

Durante o desenvolvimento das novas pastilhas de travão Blue Print, são utilizadas várias tecnologias de forma a melhorar o conforto, tanto para o condutor como para os passageiros, diminuindo o potencial de vibrações e ruídos desagradáveis.

A Blue Print cumpre e até excede as especificações das pastilhas de travão da OE, contendo todos os benefícios e características do fabricante - como chanfres e/ou frestas para 'otimizar' a pastilha de modo a reduzir o ruído.

Há também uma variedade de chapas que podem ser montadas na placa de reforço de aço inoxidável para amortecer as vibrações entre a pastilha e a pinça. Estas chapas agem como um amortecedor; absorvem vibrações que produzem ruído.

 

Manutenção do Sistema de Travagem

  1. Examine as condições das pinças e suportes, além de qualquer outro componente, para verificar se estão com desgaste, cessadas ou corroídas.
  2. Ao instalar novas pastilhas de travão, verifique se toda a corrosão foi removida dos pontos de apoio da pastilha e da pinça e instale o novo componente de travagem.
  3. Lubrifique os pontos de apoio para garantir um movimento livre e uma travagem eficiente usando a pasta cerâmica Blue Print.
  4. Evite a utilização de massa à base de cobre, uma vez que pode afetar os sinais de ABS e estimular a corrosão galvânica. Também impede que a pastilha de travão se mova de forma livre, o que se pode tornar uma fonte de ruído.
  5. Se os discos de travão tiverem marcas profundas, também necessitam de ser substituídos uma vez que superfícies ásperas causam ruído.
  6. Verifique se os cubos estão limpos e se existe empeno lateral utilizando um comparador.
  7. Verifique as tolerâncias tendo em conta os dados do fabricante do veículo antes da instalação de novos discos. É importante limpar as superfícies do cubo antes de substituir os discos de travão, caso contrário, poderá vir a ocorrer trepidação durante a travagem.

Para uma travagem eficaz e silenciosa, certifique-se que utiliza componentes de travagem de qualidade, assim como os acessórios apropriados da extensa gama Blue Print, em qualquer reparação do sistema de travagem.

Discos de Travão

O Aquecimento Ligado

Como o disco de travão gira com a roda, é travado pelo material de fricção da pastilha de travão, instalado na pinça de ambos os lados por pressão do(s) êmbolo(s), desacelerando a rotação do disco, diminuindo a velocidade e, consequentemente, parando o veículo. Esta ação gera bastante energia térmica, produzindo calor. A quantidade de calor gerada depende da velocidade e do peso do veículo, assim como das condições em que os travões estão a ser aplicados.

Elevadas temperaturas podem fazer com que a travagem se torne menos eficaz e até falhe, consequência de uma travagem prolongada, forte ou agressiva. Como resultado:

  • O sobreaquecimento dos discos pode levar a um desgaste excessivo, fissuras, variação da espessura do disco (DTV) e possível colapso.
  • O condutor tem de pressionar com mais força o pedal do travão para abrandar o veículo.
  • Em casos extremos, pode surgir um momento em que os discos fiquem tão quentes que não têm capacidade de gerar fricção suficiente, independentemente da pressão exercida no pedal do travão.

No entanto, como os principais componentes são expostos à atmosfera, este calor pode ser dissipado eficazmente - reduzindo assim a falha da travagem.

É importante, por razões de segurança, considerar a construção do disco de travão e a sua capacidade em dissipar o calor de forma rápida e eficaz nas zonas indicadas. Para tal, o disco deve ter o peso, a massa e a espessura adequados e deve ser produzido com o material adequado que inclui uma elevada composição de carbono.

Extensa gama com mais de 1700 discos de travão, que cobre mais de 96% dos veículos asiáticos e europeus na Europa, lançados a partir do ano 2000.

De Matérias-Primas a Produtos de Precisão

Os discos de travão da Blue Print são produzidos ao mais elevado nível com recurso a um processo de fundição de ferro cinzento, que combina materiais novos e reciclados e compostos metálicos. A escolha do material certo é fundamental para a qualidade e desempenho dos discos de travão, para cada aplicação.

É utilizado um conjunto de composições químicas de ferro fundido. Estas são enriquecidas com uma mistura de componentes como forma de aumentar a resistência à tração e a dureza para um desempenho otimizado. Estes componentes incluem:

  • Molibdénio
  • Cobre
  • Crómio
  • Titânio
  • Etc.

 

 

Discos de Travão com Rolamento de Roda Integrado

Algumas aplicações de veículos - particularmente Renault e Peugeot/Citröen - utilizam discos de travão com rolamento de roda integrado no eixo traseiro.

Este tipo de conjunto, estabelecido pelo fabricante do veículo, resulta numa economia significativa de peso, já que o disco de travão também se torna o cubo da roda. Este tipo de conjunto disco/rolamento é equipado com uma roda fónica - ou um codificador magnético para que o sensor de velocidade da roda estabeleça aceleração e desaceleração - de modo a monitorizar a velocidade da roda. O sinal de velocidade da roda é transposto pelas unidades de controlo do veículo e usado para a operação do ABS e outras funções que controlam a estabilidade do veículo.

Esta peça pré-instalada facilita e agiliza a substituição na oficina, garantido um encaixe preciso e eliminando o risco de instalar um rolamento com folga ou um vedante numa posição incorreta. Isto é essencial para a operação e a segurança dos componentes.

Pastilhas de Travão

Pastilhas de Travão para Segurança & Conforto Otimizados

A Blue Print tem como objetivo encontrar a solução ideal para a segurança, o conforto e a eficácia para cada aplicação de pastilhas de travão. Cada conjunto de pastilhas de travão apresenta uma elevada resistência à fadiga, um excelente coeficiente de estabilidade de fricção, níveis reduzidos de ruído e uma vibração mínima que proporciona a sensação de segurança para o condutor ao pressionar o pedal do travão. Isto torna a travagem progressiva e confortável.

O fator decisivo para a qualidade otimizada das pastilhas de travão são os componentes individuais que constituem cada pastilha. A combinação desses elementos oferece fiabilidade e segurança.

  1. Características do Material de Fricção: especialmente compatível com o tipo e modelo de veículo.
  2. Características da Camada Intermédia: compressibilidade otimizada que reduz a transferência de calor.
  3. Características de Adesão: elevada tensão de corte; liga o material de fricção ao suporte metálico da pastilha.
  4. Características da Base da Pastilha: material de elevada resistência.
  5. Funcionalidades da Chapa: redução do ruído de travagem.

Gama completa com mais de 1250 pastilhas de travão, com aplicação em veículos asiáticos e europeus, que cobre mais de 96% dos veículos populares em estradas europeias, lançados a partir do ano 2000.

Material de Fricção

É exigido aos materiais de fricção das pastilhas de travão que atuem sob uma variedade de condições incluindo:

  • Velocidade do veículo
  • Peso máximo admitido
  • Alterações de temperatura devido à utilização dos travões
  • Humidade
  • Água
  • Condições do piso

Como resultado, a pastilha de travão deve ter uma ótima resistência mecânica e durabilidade para uma vida útil prolongada.

O material de fricção é composto por uma mistura de matérias-primas diferentes, dependendo da aplicação do veículo. Estas matérias-primas são divididas em três categorias: material de ligação, endurecedor e material de ajuste de fricção.

Fabrico das Pastilhas de Travão

Após a escolha do material de fricção, o processo de produção começa com a preparação da base. Estas bases são submetidas a jatos e desengorduradas para aumentar a aderência da cola à base da pastilha. De seguida, a mistura da pastilha é pressionada sobre a base. Os elementos combinados são permanentemente unificados num processo de cura.

É criada uma superfície otimizada através de chanfres e frestas no material de fricção. De seguida, é aplicado um tratamento anticorrosivo em pó na pastilha de travão. Por fim, são adicionados acessórios - como anilhas, avisadores e molas.  

Tambores & Calços de Travão

Funcionamento

Normalmente, os tambores de travão são utilizados nos sistemas de travagem traseira de veículos de passageiros; estes também têm uma capacidade comprovada de atuar como travão de estacionamento, o que pode ser combinado com um disco de travão em alguns veículos de maiores dimensões.

Quando o pedal do travão é pressionado, os pistões do cilindro do travão de roda são pressionados contra os calços de travão, expulsando-os. Como resultado, a fricção que é gerada pelo revestimento dos calços - contra a superfície interna do tambor - desacelera e imobiliza o veículo.

Gama completa com mais de 130 tambores de travão e 320 conjuntos de calços de travão, que cobre mais de 14800 aplicações de veículos asiáticos e europeus.

Dominante ou Arrastado

Existem três tipos de designs dos tambores de travão, sujeitos ao modo como os calços de travão são pressionados sobre os tambores:

  1. dominante/arrastado
  2. dominante duplo
  3. duoservo

Atualmente, o mais utilizado em veículos ligeiros é o tipo dominante/arrastado. O calço dominante é um termo que se refere ao calço que se move na mesma direção da roda quando é pressionado contra o tambor. O outro calço é chamado de calço arrastado. O calço dominante é pressionado na mesma direção que a rotação do tambor. Esta rotação ajuda a pressionar o calço contra o tambor com pressão acrescida para uma força de travagem maior. Isto é designado de efeito servo que fornece força de travagem aos travões de tambor, de forma a desacelerar e parar a rotação.

Processo de Produção dos Tambores de Travão

Fundição - Combinação e Conformidade

O processo de produção dos tambores e calços de travão de elevada qualidade é similar ao processo dos discos e pastilhas de travão.

O processo inicia-se com a fundição de ferro cinzento e uma mistura de materiais novos e reciclados, combinando com compostos metálicos em conformidade com a norma EN-GJL-200.

 

Metal Fundido - Calor Elevado

O metal fundido é aquecido entre os 1360 e os 1460 °C. Depois, cada lote é testado antes de depositado em moldes de areia. Isto forma o tambor de travão, contendo um conteúdo extenso de grafite laminar.

O processo de fundição deve dar uma microestrutura de matriz perlítica uniforme. Isto fornece uma elevada resistência à tração do aço, cumprindo os requisitos metalúrgicos do ferro fundido puro e de liga leve utilizado para fundições exigidas por fabricantes de veículos.

 

Arrefecimento - Toques Finais

O novo componente é arrefecido e qualquer excesso de areia, retirado. Passa por uma fase de inspeção onde são detetadas possíveis falhas do molde antes de ser maquinado com precisão, perfurado e equilibrado para minimizar a sonoridade e vibração torcional.

A cada tambor é aplicado um revestimento de resina epóxi anticorrosiva que proporciona um desempenho de longa duração. Além disso, cada tambor é estampado com uma identificação do fabricante, referência Blue Print e a indicação de espessura mínima de desgaste.

Processo de Produção dos Calços de Travão

Desengordurar & Soldar – Iniciar com as Placas de Reforço

O processo de produção dos calços de travão inicia-se com o desengorduramento e solda das placas finas de reforço soldadas por pontos para formar o calço.

 

O Jato - Aumento da Aderência

O calço recém-construído é submetido a um jato para aumentar a aderência da cola no calço.

  

Toques Finais - Calços de Travão

De seguida, a mistura de fricção é pressionada sobre o calço a uma pressão de 250 - 400 bar, a 230 °C. A nova peça é assim unificada permanentemente no forno de cura.

De forma a assegurar a precisão de encaixe no momento da instalação no veículo, é criada uma superfície otimizada através de chanfres no material de fricção. Procede-se a um tratamento de lacagem anticorrosivo do calço de travão. O novo calço de travão é estampado com a referência e marca Blue Print, identificação e outras referências de veículo ou material, antes de ser submetido a uma inspeção e embalamento com os acessórios e instruções de montagem.

Boas Práticas na Substituição de Discos e Pastilhas de Travão



Especialista em Componentes de Travagem para Veículos Asiáticos

Além da seleção completa de componentes de travagem para todas as marcas, a Blue Print - como especialista em peças para veículos asiáticos - oferece a solução completa para a restante gama de travagem para aplicações asiáticas.

Atualmente, a Blue Print oferece mais de 3200 peças apenas na gama de travagem - que cobrem mais de 70000 aplicações - oferecendo uma cobertura abrangente e profunda para veículos asiáticos.

Desde kits de instalação de pastilhas de travão até sensores de ABS, a Blue Print é a sua solução completa para todas as necessidades dos veículos asiáticos!

Descubra a gama completa de travagem para veículos asiáticos no nosso catálogo online partsfinder.

Uma Mudança na Propulsão Automóvel

As leis globais de emissões estão a tornar-se cada vez mais rigorosas e os construtores de automóveis estão a responder, oferecendo novos modelos de veículos híbridos e elétricos.

A Blue Print segue a evolução da tecnologia automóvel há vários anos, catalogando e introduzindo pastilhas e discos de travão na gama à medida que estes veículos são lançados no mercado.

Pode encontrar a gama completa para veículos elétricos e híbridos no partsfinder.